domingo, 18 de novembro de 2018

MULHERES, ESTUDEM! É LIBERTADOR NÃO DEPENDER DE UM HOMEM

POR REBECA BEDONE



Eu trabalhava no serviço público de saúde. Ela tinha 18 anos e veio à consulta endocrinológica porque não conseguia engravidar. Não foi preciso muita anamnese para descobrir a causa da sua infertilidade, pois facilmente fiz o diagnóstico. Entretanto, o que deveria ser uma consulta rotineira pareceu-me um enorme desafio: eu precisava entender por que aquela menina já queira ter um filho.
Ela me contou a sua (triste) história — coloquei o adjetivo entre parênteses porque, conforme ela foi me contando aquilo como se fosse a coisa mais normal do mundo, fui sendo espancada por vários socos no estômago.
“Doutora, saí de casa com 13 anos. Fugi. Meu padrasto abusava de mim e da minha irmã mais nova. Minha mãe sabia. Então fui morar com uma tia. Mas minha tia brigava demais comigo. Com 15 anos, conheci meu namorado e ele me chamou para morar com ele. Faz 3 anos que estamos juntos e ele quer ter um filho.”
Eu não tinha nada a ver com isso. Podia interromper a consulta após solicitar os exames e passar-lhe as orientações médicas. Mas não consegui, a lembrança do meu avô me falando “estude para saber” era uma campainha na minha cabeça: mostre a ela que outra vida pode acontecer antes da maternidade!
De um jeito sereno e tentando lhe mostrar uma outra realidade, sugeri que esperasse um pouco para engravidar. Disse-lhe que poderia fazer um curso técnico ou até uma faculdade. Dei exemplos que conhecia: jovens que trabalhavam de dia para pagar os estudos à noite. Falei que é bom para a mulher quando ela é independente e ganha o seu próprio dinheiro. Para dar mais um empurrãozinho, comentei que o namorado poderia acompanhar-lhe nos estudos. Juntos, poderiam ter um futuro melhor e mais estável para, depois, constituírem família.
“Ah, doutora, ele não quer que eu trabalhe. Ele cuida de mim. Meu sonho é realizar o sonho dele que é ser pai.”
Desisti. Como eu poderia aconselhar alguém que vive em uma realidade tão diferente da minha? Fui criada para ser independente e para cuidar do meu próprio nariz, mas nunca me faltou apoio emocional e financeiro. Nunca passei fome e nem precisei trabalhar para pagar meus estudos. Conversar com aquela menina me desanimou. Depois que ela foi embora, me lembrei de tantas outras mulheres que me contaram sobre seus relacionamentos infelizes, alguns até abusivos, mas que não saiam deles porque dependiam financeiramente dos parceiros.
Por outro lado, a independência de uma mulher nem sempre é questão de dinheiro. Para muitas, o que as prendem é a dependência emocional: o medo de ficar sozinha outra vez; o receio de ser divorciada; os filhos; a vergonha de encarar um casamento fracassado.
Tenho uma amiga que foi casada com um homem que regulava até as roupas e os sapatos que ela usava: era uma mulher apagada em tons de bege. Nunca me esqueci o que ela me disse, sorrindo de felicidade, depois que eles se divorciaram: “comprei um scarpin alaranjado!”.
Dia desses, entrei em uma loja de roupas. Enquanto escolhia um vestido, reparei no que disse a moça que saía do provador: “amor, gostei muito dessa blusa!”. Ela se dirigia ao marido, que estava sentado numa poltrona. Mas ele não tinha gostado, e a mulher ficou parecendo uma criança que pedira doce à mãe e ouvira não como resposta.
Saí da loja aliviada, com o vestido que escolhi na sacola. Pensei no meu namorado, um homem maravilhoso que escolhi como companheiro. Concluí que é bom demais amar alguém que respeita minhas escolhas, e o admirei ainda mais por isso. Afinal, eu só conseguiria ter ao meu lado um homem que não tem medo da minha independência.
Fonte: https://www.revistabula.com

Kakau Fonseca é designer gráfico, artesã, aposentada. Tem algumas páginas no Facebook, uma chamada O Amor está no Ar. que fala sobre o Amor, Kakau & Fonseca que é sobre artesanato, e a Bebe e Cia onde o tema é infantil e tem a Loja de artesanatos para Bebê e Cia. E dois grupos um de Dicas de Costuras Criativa e Artesanato e o outro que fala de viagem: Para viajar basta existir. Um Blog: Eu sou assim desde de 2009 e no Google +, Viajar é Preciso.  O lema da Kakau é: Faça o que você gosta do que Faz.

sábado, 10 de novembro de 2018

11 Dicas de como você pode fiscalizar e participar do governo - Ana Beatriz Rosa

© smartboy10 via Getty Images

O direito à informação é um direito humano fundamental. Para a UNESCO, a informação que está sob a responsabilidade de qualquer Estado é um bem público e deve ser disponibilizada aos cidadãos. Mas você sabe como é investido o dinheiro pago por seus impostos? Como fiscalizar os políticos que foram eleitos? Sabe como participar ativamente da gestão de cada um deles? Ou ainda, como fazer para pressioná-los?
Para Thiago Rondon, coordenador do Instituto Tecnologia & Sociedade, o governo brasileiro precisa avançar na cultura de engajamento com a sociedade.
"Precisamos construir comunidades e estabelecer um acordo de retorno. Não adianta criar novos canais de participação no governo, como ouvidorias e consultas públicas, se o brasileiro não tiver a certeza de que sua voz será ouvida", disse Rondon ao HuffPost Brasil.
"Enquanto o governo for o único que tem voz para propor, e o cidadão o único que seja o canal de escuta, não estaremos em uma cultura interessante e as iniciativas acabam se esvaziando. É preciso haver diálogo."
Apesar do pouco incentivo à participação, algumas mobilizações, principalmente da sociedade civil, ganharam destaque nos últimos anos com ajuda das redes sociais. Exemplo disso é a pressão que os deputados receberam dos dois lados durante o período de votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), seja com as suas caixas de emails lotadas ou com a exposição nas plataformas digitais.
Mapa do Impeachment, idealizado pelo movimento Vem Pra Rua, classificava os deputados entre indecisos, contrários e favoráveis. A ideia do mapa era mostrar quais eram as tendências de voto de cada um dos políticos para que a população pudesse cobrar posicionamentos, apoiá-los ou criticá-los. Na mesma medida, o Mapa da Democracia, realizado pelo Comitê Pró-Democracia, que era formado por integrantes de movimentos de esquerda, também contabilizava os votos.
Na tentativa de consolidar um governo mais aberto e transparente, Estado e sociedade civil apostaram nos últimos anos em alguns canais de participação. São ouvidorias, portais de transparência, enquetes e até mesmo aplicativos em que você pode ajudar a propor um projeto de lei.
Veja abaixo como participar - e fiscalizar - os políticos.
1. e-OUV, plataforma que concentra as ouvidorias federais
Desde o dia 1º de outubro, a plataforma do e-OUV passou a concentrar as ouvidorias federais. Basta acessar a plataforma e escolher qual o órgão destinatário da manifestação. No site, é possível cadastrar denúncias, reclamações, sugestões e elogios. As ouvidorias têm até 30 dias para responder a sua manifestação.
Tipos de manifestação
SUGESTÃO: proposição de ideia ou formulação de proposta de aprimoramento de políticas e serviços prestados pela Administração Pública federal;
ELOGIO: demonstração ou reconhecimento ou satisfação sobre o serviço oferecido ou atendimento recebido;
SOLICITAÇÃO: requerimento de adoção de providência por parte da Administração;
RECLAMAÇÃO: demonstração de insatisfação relativa a serviço público; 
DENÚNCIA: comunicação de prática de ato ilícito cuja solução dependa da atuação de órgão de controle interno ou externo.

2. Simplifique, uma ferramenta para desburocratizar serviços públicos
Ferramenta criada pelos Ministérios da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) e do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), o Simplifique permite que o cidadão faça pedidos para desburocratizar serviços públicos.
Funciona da seguinte maneira: o usuário deve relatar qual sistema foi utilizado por meio de um formulário e explicar quais foram as exigências para realizar o protocolo, como documentos, carimbos, certidões e autorizações. O pedido é encaminhado a um comitê que analisa a desburocratização e o cidadão deverá ser respondido em 30 dias. A resposta ao usuário, no entanto, não garante medidas de simplificação. Em caso positivo, o cidadão poderá acompanhar o cumprimento do acordo.
O Simplifique é resultado de um Decreto de Desburocratização (Decreto nº 9.094/2017) que propôs a dispensa do reconhecimento de firma e autenticação de documentos expedidos no país, a gratuidade dos atos necessários ao exercício da cidadania, a padronização de procedimentos e formulários e a vedação de recusa de documentos pelos protocolos.
O usuário também fica dispensado de entregar o mesmo documento várias vezes, em cada atendimento que receber, caso o mesmo já conste nas bases de dados oficiais – caberá ao órgão ou entidade solicitante fazer a busca.
3. Portal da Transparência, onde é possível ver como o dinheiro público é investido
Lançado em 2004, o Portal da Transparência oferece informações sobre como o dinheiro público é utilizado por meio de painéis, consultas detalhadas, gráficos e dados abertos. O acesso ao site não requer nenhum tipo de senha. Na base de dados, é possível encontrar informações sobre o orçamento anual, as receitas e despesas públicas, as áreas de atuação do governo, os programas do governo, os benefícios aos cidadãos, as emendas parlamentares, entre outros. Analisando as ferramentas, por exemplo, é possível saber qual foi o político que mais gastou verbas públicas com viagens e qual o valor recebido em diárias do dinheiro público.
4. Faça pedidos via Lei de Acesso à Informação (LAI)
Lei de Acesso à Informação entrou em vigor em 2012 e regulamenta o direito constitucional do cidadão ao acesso das informações produzidas ou detidas pelo governo. Ela abrange os três poderes (Judiciário, Legislativo e Executivo) em todos os níveis (municipal, estadual, distrital e federal). Qualquer pessoa física ou jurídica, independente da idade, pode registrar um pedido via LAI e o formulário não exige motivação específica

5. Entenda como fiscalizar os deputados
plataforma e-Democracia foi criada em 2009 para ampliar a participação da sociedade nas decisões legislativas. Por meio do site, é possível interagir em audiências, sugerir projetos de lei e participar de debates temáticos. Ainda, é possível acessar o perfil de cada deputado para acompanhar a presença do político na Câmara, como ele votou no Plenário e nas comissões, quais foram os projetos apresentados e relatados, os discursos feitos, os funcionários contratados pelo gabinete e também dados biográficos.
Outra opção para acompanhar um deputado é o aplicativo desenvolvido por alunos da PUCRS, com dados do Portal da Transparência. O app Meu Deputado traz dados da atuação dos políticos e a interface é mais fácil de navegar do que o site oficial da Câmara. Uma ferramenta útil compara a atuação de deputados, por exemplo.
6. E não se esqueça de acompanhar os senadores
Os senadores fazem parte do poder legislativo e integram comissões temáticas no Senado. É possível acompanhar a atuação de cada um dos políticos por meio do site Transparência no Senado.
7. Visite o Ranking dos Políticos
site faz um ranking comparando os políticos com melhores atuações e classifica os senadores e deputados federais do melhor para o pior. Para compor o índice, são levados em consideração a presença nas sessões, os privilégios usufruídos, a participação pública, os processos judiciais, a qualidade legislativa e outros detalhes. Os dados são obtidos por meio dos sites oficiais do Congresso.
8. Apoie o Robô Beta
O projeto do robô feminista tem como objetivo se tornar uma ferramenta de proteção aos direitos das mulheres e um canal de mobilização para que a igualdade de gênero seja amplamente atingida no País.
O formato da Beta é um chatbot. Ela foi programada para interagir com a rede de usuários por meio da caixa de mensagens privadas do Facebook. Ela também é uma inteligência artificial, ou seja, está em constante aprendizado. Quanto mais interações, maior se torna o repertório da Beta. Os usuários são convidados a apoiar ou pressionar pautas que estão sendo discutidas no Plenário. Para isso, oferecem seu email e assinam listas favoráveis ou contrárias às discussões. Por exemplo, com a discussão do projeto Escola Sem Partido, a Beta convida os usuários a pressionar os políticos por meio de mensagens em seu email. O robô apenas interage com aqueles usuários que "assinaram" o perfil da Beta no Facebook. Logo, não distribuí spam para quem não se interessa sobre o tema.
9. Acompanhe a Operação Serenata de Amor
projeto utiliza inteligência artificial para auditar contas públicas e auxiliar no controle social. O robô Rosie analisa os gastos de deputados federais e senadores que foram reembolsados pela Cota para Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP). Depois, divulga as contas que são consideradas "suspeitas" e incentiva os cidadão a questionarem o uso da verba pública.
10. Conheça o aplicativo Mudamos
app tem como foco projetos de leis de iniciativa popular. Ele permite que o usuário faça propostas ou assine os que já estão disponíveis. Por meio da coleta assinaturas eletrônicas, a ferramenta facilita a participação social na política.
11. Cadastre pedidos no Queremos Saber
O projeto da Open Knowledge é simples: cadastra pedidos de cidadãos que não querem ser identificados nos órgãos do governo. A plataforma faz a moderação das requisições e repassa para as instituições responsáveis. Depois, a resposta é encaminhada para o protocolo original do pedido. Tudo isso sem precisar de nenhum cadastro ou dado pessoal.
Fonte: https://www.msn.com/pt-br
Kakau Fonseca é designer gráfico, artesã, aposentada. Tem algumas páginas no Facebook, uma chamada O Amor está no Ar. que fala sobre o Amor, Kakau & Fonseca que é sobre artesanato, e a Bebe e Cia onde o tema é infantil e tem a Loja de artesanatos para Bebê e Cia. E dois grupos um de Dicas de Costuras Criativa e Artesanato e o outro que fala de viagem: Para viajar basta existir. Um Blog: Eu sou assim e no Google +, Viajar é Preciso.  O lema da Kakau é: Faça o que você gosta do que Faz.



domingo, 4 de novembro de 2018

PARA TODAS AS PESSOAS APAIXONANTES

De  Iandê Albuquerque


Foto do Google



admiro pessoas que mesmo com tantas marcas, ainda conseguem ser pessoas apaixonantes.
mesmo com as decepções, mesmo com os términos, mesmo com todos esses joguinhos que as pessoas fazem hoje em dia.     

mesmo quando o mundo capota, consegue ser alguém apaixonante.

admiro quem se entrega como se nunca tivesse quebrado a cara, como se o peito não tivesse uma marca sequer. 
admiro pessoas que mesmo com tanta bagunça que outras causaram, ainda insistem em ser bom para os outros, pessoas que respeitam sua intensidade e reconhecem que viver é se entregar, e que fugir por medo de sentir pode até te poupar alguns machucados, mas te poupa também da vida, de vivê-la como tem que ser vivida.

admiro quem coloca o coração ao sol, quem estende sua alma no varal numa tarde de domingo, quem brota o sorriso do rosto ainda que carregue algumas marcas, como uma rosa desabrochando mesmo que conviva com os espinhos do seu corpo.

admiro quem transforma todos os momentos em que foi passado pra trás, em maneiras de olhar pra si mesmo com mais cuidado, com mais respeito, mais afeto e mais consciência.

admiro pessoas que mesmo tendo amado pessoas pequenas demais, não tenham se transformado em pessoas assim. mesmo que tenham acreditado demais nos outros, se jogado em alturas e colecionado decepções gigantescas, não se tornaram pessoas cruéis e covardes.       

admiro quem tem coragem de tentar, ainda que não tenha certeza de nada, ainda que não saiba se amanhã o outro vai responder a sua mensagem ou vai continuar querendo ficar, ainda que saiba que amanhã pode acabar.

mesmo assim consegue ser alguém apaixonante.

e se você entendeu que apesar de todas as catástrofes que o teu corpo se envolveu, o amor não tem culpa, você aprendeu a senti-lo, a viver e arcar com as consequências de se entregar. se você percebeu que sangrar não é perder e que as marcas que você carrega não significa que você caiu tantas vezes, mas sim, que elas dizem que você continuou apesar de tudo, você é uma pessoa apaixonante.
e eu admiro você.  

Kakau Fonseca é designer gráfico, artesã, aposentada. Tem algumas páginas no Facebook, uma chamada O Amor está no Ar. que fala sobre o Amor, Kakau & Fonseca que é sobre artesanato, e a Bebe e Cia onde o tema é infantil e tem a Loja de artesanatos para Bebê e Cia. E dois grupos um de Dicas de Costuras Criativa e Artesanato e o outro que fala de viagem: Para viajar basta existir. Um Blog: Eu sou assim e no Google +, Viajar é Preciso.  O lema da Kakau é: Faça o que você gosta do que Faz.

terça-feira, 30 de outubro de 2018

“PRECISAMOS DE UMA REFORMA DA PREVIDÊNCIA”, afirma Paulo Guedes

O carioca Paulo Guedes, de 69 anos, é o nome indicado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro para ser o titular do Ministério da Fazenda, pasta mais importante de seu governo pelos próximos quatro anos. Economista formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com mestrado e doutorado na Universidade de Chicago (EUA), Guedes é ex-professor, fundador de centro de estudo econômico, de banco e portfólios de investimentos, além de um ativo promotor da abertura econômica.

NOSSO PRESIDENTE


Conhecido por ser favorável à privatização de estatais, o futuro ministro terá pela frente os principais desafios de diminuir o déficit fiscal e conter o crescimento vertiginoso da dívida pública, que saltou de 58% do PIB em 2013 para os atuais 77,3%. De acordo com o Banco Mundial, esse valor poderá chegar a 140% do PIB caso as reformas necessárias não sejam realizadas até 2030.
Em entrevista concedida no último domingo (28), logo após a confirmação de Bolsonaro como o próximo presidente da República, Guedes voltou a defender a adoção de medidas como redução de impostos, maior controle de gastos públicos com privatizações e uma profunda reforma no atual modelo de previdência, ponto considerado chave em sua futura gestão.
"Vamos acelerar as privatizações, porque não é razoável o Brasil gastar 100 milhões de dólares por ano em juros da dívida"
“Primeiro grande item é a previdência. Precisamos de uma reforma da previdência. O segundo grande item do controle de gastos públicos, a despesa de juros. Vamos acelerar as privatizações, porque não é razoável o Brasil gastar 100 milhões de dólares por ano em juros da dívida. O Brasil reconstrói uma Europa todo ano (...) sem conseguir sair da miséria, então a política é errada. O terceiro é uma reforma do estado, são os gastos com a máquina pública. Nós vamos ter que reduzir privilégios e desperdícios”, destacou.

Reforma da Previdência

A reforma proposta por Paulo Guedes é dividida em três eixos: assistência socialcapitalização e repartição num formato ajustado.
Ao migrar para um regime de capitalização, as aposentadorias passam a ser resultado do que foi poupado pelos trabalhadores durante os anos de contribuição. Dessa forma, as empresas não terão mais que arcar com encargos trabalhistas e os trabalhadores passarão a ter ativos e capitalização em seus nomes.
Ainda não há definições de como será feita essa transição. De acordo com Guedes, dois caminhos poderão ser adotados. O primeiro deles seria enviar ao Congresso um pacote com pequenas mudanças no sistema atual, como alteração na idade mínima de aposentadoria e no tempo de contribuição, o que aconteceria logo no início do ano para acalmar o mercado. O segundo seria encaminhar uma proposta de alteração mais profunda, já prevendo a adoção do sistema de capitalização. Nesse caso, as reformas seriam implantadas somente no segundo ano de governo.
Frente a tantas incertezas, uma coisa é certa: o texto sobre reforma da previdência enviado pelo presidente Michel Temer e que atualmente tramita no Congresso não deve ser levado adiante.
Fonte: https://institutomongeralaegon.org

Kakau Fonseca é designer gráfico, artesã, aposentada. Tem algumas páginas no Facebook, uma chamada O Amor está no Ar. que fala sobre o Amor, Kakau & Fonseca que é sobre artesanato, e a Bebe e Cia onde o tema é infantil e tem a Loja de artesanatos para Bebê e Cia. E dois grupos um de Dicas de Costuras Criativa e Artesanato e o outro que fala de viagem: Para viajar basta existir. Um Blog: Eu sou assim e no Google +, Viajar é Preciso.  O lema da Kakau é: Faça o que você gosta do que Faz.

sábado, 27 de outubro de 2018

EU JÁ SABIA DISSO HÁ MUITO TEMPO...SÓ BABACA QUE NÃO

Sem palavras, só divulgue para seus contatos e peçam para que todos façam o mesmo simultaneamente e daqui um minuto está mensagem estará nos quatros cantos da terra.


Brasil acima de tudo
Deus acima de todos

#BolsonaroPresidente

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

QUEREM VOLTAR AO PASSADO? ENTÃO VAMOS...


Esse arquivo dos anos 80 foi "enterrado" pela Rede Globo por determinação do PT. Porém, havia uma cópia "secreta" que agora merece ser divulgada a todos os brasileiros!!!

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Três tipos de aplicativos que você deve evitar baixar no celular

© Getty Images Deixar o telefone ao sol não é uma boa ideia



aplicativo de todo tipo e para todo gosto. Tem app para aprender idiomas, retocar fotografias, pedir comida e gerir senhas. Mas nem todos são igualmente confiáveis.

Há apps que preocupam usuários e empresas não apenas por ocuparem muito espaço. Eles podem ser fontes de vírus e malwares (softwares maliciosos), e muitos são capazes de encher o celular de publicidade.

Este ano, o Google anunciou que eliminou mais de 700 mil aplicativos para Android considerados "maliciosos". Esse número é 70% maior que o registrado em 2016.

Há pelo menos três tipos de apps que devem ser evitados:


1 - Os que prometem economizar bateria

Ficar sem bateria é um problema que acontece com certa frequência e nem todo mundo tem à mão um carregador.

Como muitas vezes a bateria morre num momento inesperado ou urgente, é tentador baixar um aplicativo que promete prolongar o tempo de funcionamento do aparelho.

"Os aplicativos para poupar bateria são, em sua maioria, mentirosos. Esses apps não oferecem uma solução para um dos problemas mais odiados em todo o mundo. Prometem milagres", escreveu o jornalista especializado em tecnologia Eric Ferrari-Herrmann.

"Há muito pouca exceção", completou.

A melhor coisa para economizar bateria é gerenciar o próprio consumo e eliminar aplicativos que usam muitos dados, em especial aqueles que o usuário quase nunca acessa. Colocar o telefone no modo noturno também ajuda a prolongar a "vida" da bateria.

Especialistas dizem que reduzir o brilho da tela ou desativar os sinais de wi-fi e o bluethooth são maneiras mais eficientes de poupar bateria e otimizar o uso do aparelho.

Outra estratégia é desativar o uso de dados ou usar o modo de pouca energia. Desativar a geolocalização de aplicativos também ajuda - este último também contribui para manter a privacidade.


2 - Os que 'limpam' o telefone

Há aplicativos que prometem melhorar o rendimento do celular por meio de de uma "limpeza". O mais famoso deles é o Clean Master.

De acordo com o especialista José Garcia-Nieto, o Clean Master "desacelera o telefone, substitui a tela de bloqueio e nos leva a baixar mais aplicativos do desenvolvedor Chetaah Mobile."

"Não funciona para absolutamente nada", acrescenta.

Ferrari-Herrmann lembra que aplicativos eliminados podem até deixar alguns dados na memória cache (que trabalha junto com o processador), mas diz não ser necessário baixar um app para limpá-la.

Para eliminar dados ocultos, basta acessar o item armazenamento nas configurações do aparelho e limpar os dados cache.

Também não é recomendado confiar em aplicativos que prometem limpar a memória RAM

3 - Os que 'refrescam' o celular

O superaquecimento de celulares pode ser considerado um problema frequente. Pode acontecer por exposição ao sol, vírus, problemas com a bateria ou pelo uso contínuo por longos períodos.

Não importa a razão do superaquecimento: especialistas recomendam não usar apps para resfriar o aparelho.

Segundo eles, um aplicativo com esse propósito só vai servir para sobrecarregar ainda mais o telefone, uma vez que o processador do celular leva horas para esfriar.

Para "refrescar" o telefone é melhor deixá-lo desligado por um tempo.

Fonte: https://www.msn.com/pt-br

Kakau Fonseca é designer gráfico, artesã, aposentada . Tem algumas páginas no Facebook, uma chamada O Amor está no Ar. que fala sobre o Amor, Kakau & Fonseca que é sobre artesanato, e a Bebe e Cia onde o tema é infantil e tem a Loja de artesanatos para Bebê e Cia. E dois grupos um de Dicas de Costuras Criativa e Artesanato e o outro que fala de viagem: Para viajar basta existir. Um Blog: Eu sou assim e no Google +, Viajar é Preciso. O lema da Kakau é: Faça o que você gosta do que Faz.

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

QUER FICAR RICO? ESSES SÃO OS 16 SETORES MAIS PROMISSORES

Segundo o relatório World Wealth Report, da consultoria Capgemini, esses setores criarão o maior número de milionários na próxima década. 



16. Hospedagem e serviços de alimentação

Nos últimos seis anos, o preço das ações do McDonald’s dobrou, mas apenas 4% dos especialistas entrevistados acham que estes estariam entre os setores com mais chances de enriquecer pessoas.

15. Utilities
As concessionárias de energia parecem não ser as maiores apostas dos especialistas para a próxima década, aparecendo como opção para apenas 6,6% dos entrevistados. O resultado pode ter relação com o crescimento do setor de energia renovável, que também integra o ranking.
14. Recursos Naturais
As indústrias de petróleo e gás aparecem para apenas 13,5% dos especialistas entre suas três principais indústrias para se tornar milionário. 
13. Transporte
Em relação ao transporte de mercadorias, 13,9% dos entrevistados viram o setor de como uma das promessas para um grade crescimento. Nos Estados Unidos, os preços baixos do petróleo têm beneficiado a atividade, de acordo com a Inc.
12. Comércio Varejista e Atacadista
Não é todo dia que nasce uma Amazon, ainda mais em um setor que depende do poder de compra e da confiança do consumidor. Mas para quem deseja ser como Jeff Bezos e se tornar o homem mais rico do mundo, 14% dos especialistas acreditam que a área vai impulsionar crescimentos milionários nos próximos anos.
11. Entretenimento e Recreação
Em constante batalha contra a pirataria, o setor dos filmes, música e videogames foi escolhido por apenas 15,2% dos especialistas. Mas exemplos recentes, como o jogo Pokémon Go, que dobrou o preço das ações da Nintendo, mostram que grandes sucessos neste ramo ainda podem dar fortuna a muitas pessoas.
10. Energia Renovável
Os efeitos do aquecimento global e as mudanças climáticas em ritmo acelerado exigem novas alternativas de energia limpa. Diante disso, 17% dos especialistas apostam no setor de energias renováveis como uma das indústrias mais promissoras nos próximos anos.
9. Aeroespacial e Transporte Aéreo
O setor aéreo ainda é um grande negócio para quem deseja se tornar milionário. Pouco mais de 18% dos entrevistados disseram que este setor é um dos mais promissores como fonte de riqueza na próxima década.
8. Agricultura e Mineração
A agricultura tem enormes desafios que envolvem o crescimento populacional e a produção sustentável de alimentos. Junto com a mineração, elas serão as grandes indústrias em economias emergentes nos países da África e da Ásia. Se você está disposto a enriquecer neste setor, tem a aprovação de 18,9% dos especialistas.
7. Educação
À medida que a riqueza aumenta e o graus de instrução das pessoas também, a demanda por investimento em educação será maior. Para, 19,8% dos entrevistados, o setor educacional também poderá ser um grande produtor de milionários.
6. Comunicações
O setor de comunicações sofreu grandes transformações nas últimas décadas, mas isso não foi empecilho para que empresários do ramo como Carlos Slim, CEO da mexicana Telmex, fosse o homem mais rico do mundo durante alguns anos. De acordo com 20,2% dos especialistas, as comunicações tornarão pessoas muito ricas até 2025.
5. Imóveis e Construção
O setor de imóveis e construção também terá de suprir as demandas de uma população global cada vez maior. Na China, por exemplo, esse número pode chegar a 1,5 bilhão até 2030, impulsionando a construção de moradias. Quem deseja ficar rico nesse ramo tem a recomendação de 20,2% dos especialistas (e muito trabalho pela frente).
4. Fabricação
A desaceleração econômica chinesa em 2016 pode ter levado estagnação ao setor, mas, se depender da demanda de consumo das pessoas, sempre haverá espaço para a manufatura. Dos especialistas, 22,3% classificaram esse como um dos três maiores criadores de riqueza.
3. Cuidados com a saúde
Enquanto as pessoas estiverem vivas, obviamente a indústria farmacêutica poderá lucrar com isso. Embora os custos com pesquisa e desenvolvimento sejam altos, 30,1% dos especialistas acreditam que o setor tem potencial para a geração de riqueza.
2. Tecnologia
Além das gigantes da tecnologia como Google e Facebook, as tecnologias chamadas “disruptivas”, como Uber e Airbnb já são conhecidos exemplos de histórias de sucesso. Sendo assim 30,9% dos especialistas enxergam a tecnologia com uma grande geradora de histórias bem sucedidas, e também de riqueza.
1. Serviços Financeiros
Há um senso comum de que os banqueiros geralmente são muito ricos, e para 35,7% dos entrevistados, os serviços financeiros ainda é a melhor indústria para entrar se você quiser ganhar muito dinheiro. Com os banqueiros seniores de Wall Street e a City of London pagando bem acima de US$ 1,3 milhão, em média, esta pode ser uma boa maneira de entrar para o time dos milionários.
Fonte: https://epocanegocios.globo.com/

Eu sou Kakau Fonseca, da KakaueFonseca, Artesã, Design Gráfico, Aposentada e trabalho com o Mercado Infantil, com brinquedos artesanais e acessórios para crianças até aos 10 anos. 

Minhas Redes Sociais:


terça-feira, 25 de setembro de 2018

Regras para se aposentar pela fórmula 85/95 mudam em dezembro



Imagem: Google


Está contando os dias e os meses para se aposentar pela fórmula 85/95 no ano que vem? Esqueça. A partir de 31 de dezembro de 2018, ela será majorada em um ponto e passará a valer a fórmula 86/96, até 2020. O aumento na pontuação está previsto na lei nº 13.183/2015 e chegará a 90/100 em 2027. Confira:
2015 a 2018*: fórmula 85 (mulheres)/95 (homens)
2019 a 2020*: fórmula 86 (mulheres)/96 (homens)
2021 a 2022*: fórmula 87 (mulheres)/97 (homens)
2023 a 2024*: fórmula 88 (mulheres)/98 (homens)
2025 a 2026*: fórmula 89 (mulheres)/99 (homens)
2027: fórmula 90 (mulheres)/100 (homens)
*até 30/12
Com isso, para se aposentar em 2019 recebendo o benefício integral, além de comprovar um tempo mínimo de contribuição – 30 anos para as mulheres e 35 anos para os homens –, é preciso que a soma da idade com a da contribuição seja de 86, para elas, e de 96, para eles.
Por exemplo: uma mulher precisará ter 30 anos de contribuição e 56 anos de idade (30 + 56 = 86), e um homem 35 anos de contribuição e 61 anos de idade (35 + 61 = 96), lembrando que essa combinação varia caso a caso.
“A grande vantagem em se aposentar com o uso da fórmula é a possibilidade de afastar a incidência do fator previdenciário no cálculo do benefício”, afirma Aldo Simionato Filho, advogado especialista em direito previdenciário.
O especialista lembra, porém, que caso o segurado preencha os requisitos para se aposentar pela fórmula 85/95 até 30 de dezembro deste ano pode requerer o benefício posteriormente. “Trata-se de direito adquirido”, garante.
Fator previdenciário: prós e contras
O fator previdenciário é uma fórmula matemática aplicada à média das contribuições do segurado, sendo que, no caso de aposentadoria por tempo de contribuição, sua incidência é obrigatória. “Seu cálculo leva em conta o tempo de contribuição, a idade do segurado e a sua expectativa de vida, de acordo com tabela divulgada anualmente pelo IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística]”, explica.
Em termos práticos, para que o fator previdenciário seja vantajoso, é necessário que o segurado tenha uma idade elevada e também um tempo de contribuição alto. “Caso contrário, que é o que acontece na grande maioria dos casos, será prejudicial.”
De um modo geral, segundo o especialista, vale a pena aguardar para se aposentar sem o fator previdenciário: “A renda mensal do benefício terá um valor superior”. No entanto, isso depende de alguns fatores, como a urgência da pessoa em receber o dinheiro.
“Caso esteja desempregado, sem auferir qualquer renda, o segurado necessita receber o benefício o quanto antes, para sua manutenção. Em situações como essa, pode se submeter a um valor inferior, com aplicação do fator previdenciário, para que passe a recebê-lo o mais breve possível.”
Fórmula x fator previdenciário
“Um planejamento previdenciário é essencial para a percepção do benefício em seus termos ideais”, avalia Simionato Filho. E exemplifica com o caso de um segurado homem que continua trabalhando.
“Se, agora, em setembro de 2018, ele tiver 59 anos de idade e 35 anos de contribuição, pode se aposentar por tempo de contribuição. No entanto, caso sua média de contribuições seja de R$ 3.000, o fator previdenciário será 0,8, reduzindo a renda mensal para R$ 2.400. Ou seja, com a aplicação do fator previdenciário, deixará de receber R$ 600 todo mês.”
Porém, somando-se a idade com o tempo de contribuição, o segurado atinge 94 pontos. “Em setembro de 2019, o segurado terá mais um ano de idade e, ainda, mais um ano de contribuição, atingindo, assim, os 96 pontos necessários para afastar a incidência do fator previdenciário, ou seja, sem a perda mensal de R$ 600.”
Ele pondera: “Se, por um lado, terá a vantagem de receber uma renda superior a partir de agosto de 2019, por outro, o segurado terá que abrir mão de um ano de benefício que receberia a partir de setembro de 2018”.
Levará cerca de quatro anos, segundo ele, para recuperar o valor que o segurado deixou de receber por esperar para receber uma mensalidade maior. “Há que se pesar que a aposentadoria por tempo de contribuição é de caráter vitalício, ou seja, o segurado irá receber o benefício até o fim da vida.”
Por fim, um fator importante a ser considerado é que há a iminência de uma reforma previdenciária. “Há uma chance considerável de serem alteradas as regras nos próximos anos, respeitando-se, sempre, o direito adquirido”, pontua.
Trata-se, portanto, de uma análise complexa, que envolve uma série de fatores e deve ser muito bem avaliada, caso a caso, preferencialmente por um especialista. “A decisão final cabe sempre ao segurado, munido de todas vantagens e riscos que cada decisão implica.”

A melhor forma de recuperar a cartilagem dos joelhos e quadril: Hortelã

Por Alexandre Cardoso
Não importa a idade, sofrer com dores nos ossos e articulações é sempre um problema insuportável.
Quem se movimenta muito durante o dia acaba sofrendo mais, é o caso de atletas e profissionais que trabalham em pé ou carregando peso. Uma das melhores formas encontradas de recuperar a cartilagem do joelho e quadril é consumir hortelã.
A hortelã é uma erva aromática que pode ser usada na culinária e para fins medicinais porque possui ação antiespasmódica e analgésica.
Trouxemos para você uma receita de chá de hortelã, que vai ajudar a aliviar as dores na região do joelho e quadril. Lembramos que esse tratamento é caseiro e natural, o ideal também é procurar uma orientação médica. Veja a receita:

Ingredientes:

-1 colher (sopa) de hortelã seca;
-1 colher (sopa) de tomilho seco;
-1 colher (sopa) de sálvia seca;
-1 colher (sopa) de alecrim seco;
-1 litro de água.

Preparo

Ferva a água em uma panela e depois adicione as ervas. Após colocar as ervas deixe ferver por mais cinco minutos.
Desligue o fogo e deixe em descanso por 15 minutos. Você pode adicionar mel se desejar, para deixar a bebida com mais sabor. Armazenar a bebida na geladeira.

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

ATENÇÃO: ESTES 3 ERROS VÃO DESTRUIR A PRESENÇA DIGITAL DE SUA EMPRESA

De Alvaro Salgado


Ter seu próprio negócio, obter ganhos com seu trabalho e porque não dizer ter sucesso e ser reconhecido como referência em seu nicho de mercado tem atraído cada vez mais pessoas para os negócios digitais.

Aparentemente, ter um negócio online, parece ser fácil e rápido, se tornando assim uma maneira simples de se fazer dinheiro com pouco esforço.

A verdade é bem diferente.

Ter uma presença de sucesso na internet, hoje em dia, requer muito esforço, habilidades para saber lidar com um mercado altamente competitivo e acima de tudo profissionalismo.


Conhecer a fundo o conteúdo do seu negócio ou do seu produto é requisito indispensável.

A seguir listamos 3 dos principais erros que vão destruir a presença digital de sua empresa.


✅Erro #1: Não ter um site ou blog responsivo

Basta olhar ao seu redor e ver para onde as pessoas estão olhando. Certamente a maioria estará olhando para a tela de um smartphone. É inegável que estamos todos conectados grande parte de nosso tempo e a maior parte destas conexões são realizadas a partir de um smartphone ou tablet.

É imprescindível ter um site responsivo, ou seja, aquele que se adapte automaticamente a todos os dispositivos, sejam eles desktops, laptops, tablets ou smartphones.



✅Erro #2: Não conhecer a fundo seu cliente

Um dos grandes erros de qualquer um que se aventure a ter uma presença na web é não conhecer e definir seu público-alvo muito bem, desta forma produzindo conteúdo de forma equivocada com uma linguagem não adequada.

Um bom exemplo disso é ter um público alvo de iniciantes e o conteúdo conter muitos termos técnicos. O contrário também é válido como exemplo, seguidores especialistas no assunto e conteúdo básico.

Para evitar este erro o ideal é criar uma Persona de seu público-alvo, o chamado Avatar.



✅Erro #3: Não ser encontrado

Ter um conteúdo otimizado para sites de buscas, como o Google, por exemplo é essencial para qualquer empresa que se lance no mercado digital.

O conjunto de estratégias com o objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de suas páginas de forma natural, orgânica, é chamado de SEO, acrônimo para Search Engine Optimization, ou em português Otimização para mecanismos de busca.

Para liderar os melhores resultados nos sites de busca hoje em dia, o elemento principal é a prova social, ou seja, milhares de pessoas comentando, compartilhando e curtindo seu conteúdo. 

Para isso, esteja sempre presente e interaja com seus seguidores.


Eu sou Kakau Fonseca, da Kakau&Fonseca, Artesã, Design Gráfico, Aposentada e trabalho com o Mercado Infantil, com brinquedos artesanais e acessórios para crianças até aos 10 anos. 

Minhas Redes Sociais:

✅ https://www.facebook.com/kakauefonseca
✅ https://www.facebook.com/kakauebaby
✅ https://instagram.com/kau_fonseca

✅Minha Loja: https://www.elo7.com.br/kauefonseca

Quer saber como cadastrar na maior e melhor Plataforma de Marketing Digital...
✅Clique abaixo ⬇
http://bit.ly/2oZglrF