quarta-feira, 6 de junho de 2012

Minha história de amor . Sei que é longa, mais vale á pena ler


... Autoria Desconhecida
Bem. Mesmo não sendo uma pessoa muito vivida, posso dizer que já tive amores .. E um que me marcou muito, e marca até hoje, teve início no ano passado .. Em 2010 , tive que mudar de escola por motivos pessoais..E mal sabia eu, o que estava por esperar.. Dia 09/03/2010, cheguei na escola, não conhecia ninguém, não fiquei muito tensa, afinal era primeiro dia de aula.. No segundo dia de aula, quando cheguei na porta da escola, estava tendo GREVE de professores, então voltei pra casa. No terceiro dia 11/03/2010, não fui á escola, porque sabia que estava tendo greve, então não ia adiantar ir .. Neste dia, decidi sair na rua para ver os amigos. No meio da conversa, chegou um menino e ficou parado, lhe pedi uma bala, ele disse "SÓ SE FOR DA BOCA", achei a cantadinha muito escrota, porém, fiquei muito sem graça. Aí, fomos juntos comprar bala, e no caminho, ele foi perguntando meu nome, idade enfim , perguntando coisas comuns sobre mim..Quando estávamos prestes á chegar na rua ele disse "CADÊ MEU BEIJO?" , eu fiquei sem reação e comecei sorrir "sem graça" e como nunca fui uma pessoa "assanhada", não o beijei . Passando se os dias, encontrei ele pela internet, nas redes sociais, orkut, msn, e tal.. Trocamos telefone, até que um dia, ele foi na minha rua novamente, e pediu pra falar comigo, me chamou pra dar uma volta e fomos conversar. Nisso rolou beijos, abraços, conversamos ..Só que, depois desse dia que "ficamos" , nunca pensei que iria vê-lo de novo, afinal, pensei que foi só uma "ficada", que não ia significar nada pra ele.
Até que um dia, conversando pelo msn, ele disse que estava com saudade de mim , eu surpresa com essa atitude dele, disse "VAI ME BUSCAR NA ESCOLA PRA GENTE SE VER ENTÃO" ..
Não é que na hora da saída ele estava lá? rsrs.
Conversamos novamente, ficamos , e depois desse dia, ele ia me levar e me buscar na escola quase todos os dias, me levou na casa de um dos seus amigos .Enfim, éramos muito felizes e alegres um com o outro..
Um dia, ele me convidou pra ir na casa dele, eu fiquei meio espantada, porque havia poucos dias que estávamos juntos, mais decidi ir .
Passando os dias, se tornou rotina pra mim ir lá, ele gostava de passar as tardes comigo, brincávamos juntos, se beijávamos, se abraçávamos, ele me dava muita atenção,me fazia sorrir, dávamos várias gargalhadas, ele me contava seus problemas, ficávamos juntos no quarto dele, na maior "intimidade", ele me dizia coisas bonitas, fazia eu me sentir a pessoa mais feliz do mundo, também vinha me ver qualquer hora do dia, não importava se era cedo ou tarde , uma vez até me deu um susto dizendo "PRECISO CONVERSAR SÉRIO COM VOCÊ" , eu fiquei aflita e pedi pra ele vim na minha casa, quando chegou aqui ele disse "ERA BRINCADEIRA, SÓ QUERIA BEIJAR SUA BOCA" rsrsr , eu ficava toda derretida com essas palavras .
Só que, eu sabia que ele não era virgem, e nesta época, eu não me sentia preparada; só que por outro lado, ele sempre me confortou dizendo que iria me esperar .Eu ficava muito feliz e realizada com isso porque me sentia protegida, e neste tempo eu já o amava demais..
Não via defeitos nele, somente qualidades. Ele me mandava trechos de músicas românticas, me mandou uma carta .
Só que, ainda não assumia compromisso sério, e isso já estava me deixando meio encabulada . Alguns dias depois , eu já me sentia um pouco "preparada", pois ele me passava segurança, mesmo que por fora, me falavam mal dele, eu nunca ligava pro que os outros diziam, afinal, só EU ,sabia como ele me tratava .. Todos achavam ele "UM BICHO", pelo jeito dele com as pessoas, só que eu conhecia a pessoa que ele era comigo .
Foi passando se o tempo, até que um dia quase aconteceu e neste dia, foi muito vergonhoso porque a Avó dele chego e viu a gente no maior amasso rsrs ..
Não sei se por influência, ou por eu não ter correspondido ele como ele esperava, mais 03 meses e meio depois, terminamos .Eu sofri muito, vivia chorando , deprimida, cheguei a ficar bêbada na frente dos meus amigos chorando por ele .Até que um dia, esqueci e resolvi continuar vivendo.
Tive outros "namoricos", até que um ano se passou, fui para o segundo colegial do ensino médio, e um dia no intervalo quando eu menos esperava, eu vi ele na escola.. Meu coração disparou, queria sair pela boca e ao mesmo tempo quis me controlar pois estava comprometida [namorando], de aliança no dedo e tudo..Até hoje, vejo ele na escola todos os dias e fico imaginando :


"O QUE SERÁ QUE ELE VÊ EM MIM HOJE??;
SERÁ QUE UM ANO DEPOIS DAQUELA NOSSA HISTÓRIA, ELE LEMBRA DE MIM COM ALEGRIA??;
SERÁ QUE HOJE EM DIA, NÃO SIGNIFICO NADA PRA ELE?;
O QUE SERÁ QUE ELE PENSA QUANDO ME OLHA?" ;
SERÁ QUE AQUILO PRA ELE FOI PASSAGEIRO?? ..

E deste dia em diante estou sofrendo muito tenho sonhos lindos com ele, nos quais ele me pede desculpa, pede pra voltar comigo, diz que me ama.. Estou ficando "sem saída" sem saber se é somente uma sombra do passado. Ou se realmente eu ainda amo ele ..Agora, estou tentando me reaproximar dele..Só que ele mudou muito , e como ficamos um ano sem se falar, não sei como ele vai me tratar .. Tenho medo de que agora, eu tente se aproximar dele, e ele me trate mal, indiferente, como se NADA tivesse acontecido entre nós ...

Será que esse amor ainda é possível?? Será que um dia vamos ficar juntos novamente??
Essa minha história de amor é para o : R.S.G <3 ; tenho 16 anos e ele 17 >.<

2 comentários:

  1. Nossa!!! Sua história é linda e o fato de vc ainda pensar nele durante todo esse tempo que vcs passaram separados mostra que o que vc sentia e sente por ele é bem mais do que gostar é amar... As vezes algumas pessoas nos olham e dizem que jah esquecemos ou que foi passageiro mas poucas pessoas nos olham e entendem que seguir em frente não é o mesmo que esquecer vc apenas continuou a viver levando um sentimento que talvez te acompanhe pelo resto de sua vida!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liege, boa noite.
      Essa história de amor não aconteceu comigo. Mas eu também já tive uma história de amor, sabe acho que é pra sempre. Mas amar também é querer a felicidade do outro, mesmo que não for junto com a gente. É o que aconteceu comigo, cada um foi para um lado, mais temos ainda um amor um pelo outro. Como diz, é um sentimento que talvez nos acompanhe pelo resto de nossas vidas!
      Obrigada por ter comentado, e volte sempre que quiser.
      Um beijos

      Excluir

Obrigada pela sua visita, fique à vontade e deixe seu comentário. Eu vou amar! Beijos