terça-feira, 9 de junho de 2015

SEM MEDO DE ERRAR



Algumas regrinhas sobre etiqueta nunca são demais. Para quem já sabe, sempre bom relembrar também.
São nos pequenos detalhes que nota-se a educação e bons modos de uma pessoa… Sou a favor da sutileza, sem medo de errar. Mas, se isto acontecer, aja naturalmente, sempre!
Anotem tudo, valem ouro.

Faqueiro completo
Cada talher é usado numa etapa da refeição. Garfos ficam à esquerda; facas e colher de sopa, à direita. A sequência de uso é de fora para dentro. Para a sobremesa, utilize os talheres à frente do prato.

Brinde sem erro
As taças ficam à direita e são pelo menos duas: uma para água e uma para outra bebida. Certas mesas contam com até quatro delas: a maior para a água e as outras para vinhos tinto, branco e espumante. A do vinho branco é menor do que a do tinto.

A questão do guardanapo
Na mesa formal, o guardanapo fica à esquerda ou, se não houver espaço, em cima do prato. Deve ser colocado sobre o colo e usado sempre antes de beber algo. É comum haver também um guardanapo de papel, para retirar o excesso de batom. Caso não haja, é de bom-tom ir ao banheiro antes da refeição para remover o batom.

De quem é esse pãozinho?
Se estiver no pratinho à sua esquerda, é seu. Use a faca para manteiga e outras pastas. Para cortar o pão, não precisa complicar, use as mãos – seeeeempre com as mãos gente! Nada de “serrar” o pão com a faca, é muito indelicado.

Start
Quem começa a refeição é sempre o anfitrião. Se na hora H surgir alguma dúvida, a dica é tentar imitá-lo, e não a pessoa que está ao lado.

Garfo e faca
Garfo na esquerda, faca na direita. Impossível comer com a canhota? Sem problemas. Trocar os talheres de mão é permitido. Uma dica é cortar dois ou três pedaços de carne com o garfo na esquerda e, depois, levá-los à boca com a direita. Só não vale cortar o filé inteiro de uma vez.

Sem cortes
Verduras e massas não pedem faca. Massas longas devem ser enroladas com o garfo. Para a salada, a regra é dobrar as folhas, transformando-as em uma trouxinha que caiba na boca – jamais cortem folhas, massa então, sem se fala, rsss.

E esse caroço de azeitona?
Sem pânico. Retire-o com os dedos e coloque no canto do prato. No caso de espinha de peixe, a receita é a mesma: tente levá-la até o canto da boca e pegue-a com os dedos. Em caso de engasgo, não sofra em nome da etiqueta. Saia educadamente e peça ajuda!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita, fique à vontade e deixe seu comentário. Eu vou amar! Beijos